16/11/09

Memória

Existem lugares e pessoas que por mais que o tempo passe, nunca, mas nunca, são esquecidos, porque muitos desses lugares também foram sonhos meus e teus, e porque esses lugares também são as pessoas, por mais longe que elas possam estar, e porque sabemos que ainda existem, e porque o tempo, por mais que passe, deixa esses lugares sempre dentro de nós. por muito tempo, por muitos anos que passem. porque voltamos sempre a lembrar muitas e muitas coisas desses lugares e dessas pessoas, e dos gestos, e das praias e das ondas, e das músicas, e de tantos e tantos sonhos em que fomos viajantes. E porque passaram por nós dias, horas, minutos, séculos, aviões, mares, e tantas e tantas outras coisas. E, acreditemos ou não, existem sempre, mas sempre, outros e outros sonhos, e outros mares, e outros sorrisos, e outros amantes, e outros caminhos, e porque, por mais que passem as horas, as ondas, os ventos, as aves as amantes e todo o resto. E porque é memória que nos diz. E porque existe sempre alguém. Alguém que nos lembra tantas e tantas coisas, e porque esse alguém é, e será sempre, mas sempre, um percurso, um sonho, o sorriso de um sonho. Um sonho de um menino e de uma menina que percorriam tantos e tantos caminhos e que gostaram tanto, tanto, que se perderam. E porque a memória vem de outras memórias, e porque esta memória ainda hoje tem cheiro e vento, e caminhos, e abraços, e sorrisos, e tantas, tantas outras coisas.

5 comentários:

MF disse...

parece que estamos com saudades .... e vontade urgente de as matar!!
como eu te entendo!!

Teresa disse...

Memórias espraiadas nas fotos do tempo.
Trazem palavras, cheiros e som que encantam a alma.

Um abraço,
Teresa ; )

Lmatta disse...

lindo tesxo
beojos primo

Anónimo disse...

um regresso festivo, sim senhor!

Andressa Vilela disse...

amei o texto.
te sigo